Conheça quais os tipos de psicoterapia e descubra qual a ideal para você

Por Tratamento profissional Comente!
tipos de psicoterapia

Listamos as linhas de terapia mais conhecidas para que você possa entender o que cada método oferece e descobrir aquela que mais se encaixa no seu perfil e objetivos.

Contar com um psicólogo nos ajuda a lidar melhor com as emoções e os fatos do nosso dia a dia. As sessões oferecem alívio para os momentos em que algo não vai bem, permitindo um melhor entendimento frente às questões da vida. Mas, para que a experiência seja bem aproveitada é importante saber escolher o tratamento que mais combina com você e os seus objetivos. Afinal, existem diferentes tipos de psicoterapia e cada profissional vai ter um “jeito” de atuar, dependendo da linha de terapia seguida por ele.

Conhecendo os principais tipos de psicoterapia

Conhecer os tipos de psicoterapia existentes é uma questão que precisa ser analisada, caso você esteja pensando em fazer terapia. Afinal, paciente e psicólogo trabalham juntos para ativar os gatilhos que podem trazer as mudanças esperadas.

Para um bom entrosamento é importante que o paciente se sinta à vontade para expor assuntos íntimos e difíceis para este profissional. Do contrário, o tratamento pode travar ou terminar sem que você perceba alguma melhora.

Dependendo da sua personalidade e objetivos com o tratamento haverá um método de psicoterapia mais indicado. Você pode se dar melhor com um tipo ou com outro. Descubra a seguir o qual se encaixa melhor ao seu perfil:

Psicologia Analítica

Ela é também conhecida como psicologia Junguiana. Tem como base os conceitos de arquétipo, inconsciente coletivo e processo de individualização. Os sonhos são a chave dessa terapia. E é por meio da interpretação deles que o analista busca ajudar o paciente a encontrar as respostas que procura. É indicado para quem busca o autoconhecimento profundo.

Analítico-comportamental

Ela tem como foco o presente e busca alívio dos sintomas a curto prazo, onde modifica e monitora as relações do paciente com o ambiente. É indicada para quem tem ansiedade, pânico, fobia social, depressão, dependência química e problemas de aprendizagem.

Cognitivo-comportamental

Ela tem como objetivo mudar a forma como o paciente pensa sobre uma situação ou objeto temido. A partir daí ressignifica esses pensamentos para mudar comportamentos. Ela é indicada para tratar transtornos pontuais, que vão do medo de dirigir à psicopatia.

Gestald

Nesse tipo de terapia o paciente é analisado como um todo, ou seja, seu corpo, sensações, emoções, pensamentos e sonhos. Nela, o presente e a vivência individual são as chaves desse processo. É útil para quem deseja compreender como o cotidiano lhe afeta, e como você pode alterar a sua realidade hoje.

Hipnoterapia

A hipnoterapia é um método capaz de mexer com as estruturas mais profundas da mente humana. Seu foco está no inconsciente onde visa alterar padrões de comportamento, pensamento e sentimentos. É indicada no tratamento de diversas doenças e distúrbios psicológicos, como fobias e até como tratamento coadjuvante em outros procedimentos, como fisioterapia e tratamentos dentários.

Psicanalítica

O objetivo da psicanálise é trazer à tona emoções e experiências reprimidas, de forma a tornar o inconsciente consciente. Ela trata tanto os sintomas como as causas geradoras onde tem como meta estimular que o próprio paciente tenha suas conclusões, compreenda o que acontece e como pode modificar.

Como você pode ver, escolher o método ideal é bastante relativo. A resposta certa é você quem pode dar e está naquele que mais se encaixa com a sua personalidade e objetivos. Portanto, estude as suas necessidades e seja feliz na sua escolha.

Tratamento para o medo de dirigir

Agora que você já entendeu os diferentes tipos de psicoterapia, que tal conhecer o tratamento mais indicado para quem tem medo de dirigir?

Aproveite que na Psicotrânsito, além da Terapia Cognitivo-Comportamental, técnicas de Hipnoterapia e Realidade Virtual também estão à sua disposição.

Tagged under:

Dê sua opinião!